domingo, 25 de julho de 2010

Passo a passo do Plano de Aula

COMO ELABORAR UM PLANO DE AULA


1º Passo: Definir o objetivo/Descritor

Definir as competências a serem desenvolvidas nos alunos. É a descrição clara do que se pretende alcançar como resultado da atividade. Tais o

2º Passo: Definir o conteúdo

O ponto de partida é o conteúdo da aula. A sua escolha terá de ser de acordo com as necessidades didáticas da turma.

3º Passo: Problematização

A aula poderá ser introduzida através de uma situação-problema: o professor coloca um desafio frente aos alunos, para excitar sua curiosidade, incita-lhes a pensar, a procurar a solução. O problema pode ser apresentado como uma pergunta.

4º Passo: Metodologia (Citar qual estratégia ser utilizada na aula que conduza ao objetivo definido)

A definição da estratégia está relacionada com o desenvolvimento

dos alunos. Há que ter em conta a maneira como os alunos poderão

interpretar o conteúdo, o modo e o tipo de atividade que lhes poderá interessar.

5º Passo: Recursos (Pesquisar textos e material)

A ideia para uma aula, sobretudo, recomenda-se que o professor, na medida do possível, construa o seu próprio material de pesquisa, com recortes de jornais e revistas, livros, vídeos e outros.

6º Passo: Avaliar a Aula

Avaliação é o processo pelo qual se determina o grau e a quantidade de resultados alcançados em relação aos objetivos, considerando o contexto das condições em que o trabalho foi desenvolvido.

Propor, entre outras hipóteses, uma atividade recreativa, de preferência

interativa, como a criação de frases, textos, exercícios de compreensão onde os alunos possam, de alguma forma, aplicar os seus conhecimentos, recapitular os conteúdos apreendidos e, finalmente, sintetizar o que foi concluído em relação à matéria.


MOTIVAÇÃO

Todas as atividades precisam de uma motivação. Motivar é criar interesse pelo tema/conteúdo e vontade de saber mais sobre ele. É necessário que haja motivação desde o início até ao fim da aula. Quando nos apercebemos que o ritmo da aula já se alterou e que o interesse dos alunos pela mesma está a desvanecer-se, urge encontrar nova motivação que os incentive a ter novo interesse pela aula e gosto pela matéria lecionada. A motivação pode estar ligada à percepção da utilidade do assunto, à possibilidade de aplicação prática na vida, ao reconhecimento dos resultados e ao interesse real e envolvimento emocional do professor.


IMPORTANTE

É fundamental que o professor, após uma aula, avalie o seu próprio

desempenho, tendo em conta os seguintes aspectos: Criatividade, intuição, motivação, interesse, confiança e segurança. No âmbito desta auto–avaliação, o professor estagiário deve ainda perguntar-se se soube

explorar pontos interessantes e relevantes para a discussão levada a cabo em aula; Se a aula perdeu ritmo e se tornou monótona por alguma razão e o que deveria ter feito para que tal não acontecesse; Se houve momentos em que se afastou demasiado do seu objetivo e se, em função disso, a aula foi prejudicada. O professor deve planejar as suas aulas tendo em conta esta avaliação.


SUGESTÕES DE INTRODUÇÃO, DESENVOLVIMENTO E FECHAMENTO DA AULA

Introdução

A introdução de uma aula pode ser feita de várias maneiras, por exemplo:

  • Apresentar de uma situação-problema: o professor coloca um desafio frente aos alunos, para excitar sua curiosidade, incita-lhes a pensar, a procurar a solução. O problema pode ser apresentado como uma pergunta, como uma afirmação a ser constatada, como um caso de estudo, como um paradoxo, etc.

  • Uma dinâmica de motivação que tenha relação com o tema a ser estudado, ou que sirva de base para o início da discussão do assunto da aula.

  • Uma revisão da aula anterior e apresentação de uma música, poema, texto de literatura interessante, uma charge, sátira, charadas. Pode ser utilizados imagens, desenhos, vídeos, dramatizações, etc.

  • Partindo dos conhecimentos que o aluno possui, ou seja, faz um levantando sobre as curiosidades, dúvidas e as certezas que os alunos tem sobre o tema proposto. É um diagnóstico da realidade social ou do contexto do tema que será desenvolvido na aula.

Desenvolvimento

Se você iniciou com a metodologia da problematização os próximos passos são:

  • Pesquisa conjunta da solução: os alunos, desafiados pelo problema, procuram a solução. Para isso, o professor lhes orienta no uso de técnicas variáveis de pesquisa (biblioteca, entrevista, dados estatísticos, correspondência, laboratório, debates, discussões, etc.). O trabalho é fundamentalmente dos alunos, preferivelmente em grupos.

  • Teorização: as descobertas dos alunos necessitam ser organizadas e explicadas. Só assim poderá haver transferência e generalização da aprendizagem. De fato, aprender fatos não é ainda aprender. As observações devem ser levantadas ao nível da teoria. Esta é uma responsabilidade do professor, no sentido de ajudar os alunos a criar modelos ou estruturas, nas quais aparecem as principais variáveis do problema e suas relações recíprocas.

Se você iniciou com dinâmicas ou utilizando um recurso tecnológico:

  • A função agora é articularem objetivos e conteúdos com métodos e procedimentos de ensino que provoquem a atividade mental e prática dos alunos. O professor apresenta o conteúdo novo/continuação de temas já estudados, com vistas à construção do conhecimento por parte do aluno, podendo ser organizada atividades de resolução de situações problemas, trabalhos de elaboração mental, discussões, resolução de exercícios, aplicação de conhecimentos e habilidades em situações distintas das trabalhadas em classe, etc.

  • O professor, ao organizar as condições favoráveis à aprendizagem, utiliza meio ou modos organizados de ação, conhecidos como técnicas de ensino. As técnicas de ensino são maneiras particulares de organizar a atividade dos alunos no processo de aprendizagem.

  • Ao planejar os procedimentos de ensino, não é suficiente fazer uma listagem de técnicas que serão utilizadas, como aula expositiva, trabalho dirigido, excursão, trabalham em grupo, etc. Devemos prever como utilizar o conteúdo selecionado para atingir os objetivos propostos. As técnicas estão incluídas nessa descrição. Os procedimentos têm uma abrangência bem mais ampla, pois envolvem todos os passos do desenvolvimento da atividade de ensino propriamente dita.

Os procedimentos de ensino selecionados pelo professor devem:

  • Ser diversificados;

  • Estar coerentes com os objetivos propostos e com o tipo de aprendizagem previsto nos objetivos;

  • Adequar-se às necessidades dos alunos;

  • Servir de estímulo à participação do aluno no que se refere às descobertas;

  • Apresentar desafios.

Fechamento

Se você iniciou com a metodologia da problematização o próximo passo é:

  • Após a discussão dos pontos chaves aprendidos inicia-se a aplicação: Os alunos testam, contra a realidade, a validade do que foi aprendido, ou seja, volta a sua realidade para utilizar os conceitos aprendidos no dia-a-dia, com pequenas atitudes, na escola, na casa, na comunidade... É o verdadeiro processo de transformação social. Aí reinicia-se o ciclo, passando a outra situação-problema, que incorpore o já aprendido como um dado a mais.

Se você iniciou com dinâmicas ou utilizando um recurso tecnológico:

  • É o momento em que o professor retoma os pontos principais que estabeleceu nos objetivos da aula, ou seja, revisa, revê com os alunos o que foi discutido, as principais ideias da aula, relacionando com o contexto, com o cotidiano do aluno, procurando relacionar com a aplicação do tema proposto, reforçando as principais ideias. Esta atividade é aquele diálogo que fecha, por ora, o tema da aula. O aluno é capaz de compreender o que foi discutido e apresentar seus conhecimentos sobre o tema abordado, através de atitudes na vida real ou como pré-requisito para novas aprendizagens, assim como faz a relação interdisciplinar do tema. Este momento leva a consolidação criativa com base nos conhecimentos anteriores. É o que chamamos de práxis.

Atividades


  • Podem ser descritas durante o item desenvolvimento ou neste campo.

  • Você deve anexar uma cópia de todas as atividades (textos, exercícios, orientações, etc.) ao plano de aula, para o professor da turma e o professor de prática de ensino acompanhar o que foi proposto.



Um comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

 
;